Subscribe via RSS Feed Connect on Google Plus Connect on LinkedIn
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (7 votes, average: 4,86 out of 5)
Loading...Loading...

SLB Designs

9 de dezembro de 2014 0 Comments
ShareTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on LinkedInShare on Google+Share on FacebookPin on PinterestEmail this to someonePrint this page

Essa semana expliquei para algumas pessoas designs de load balance. Como outros me perguntaram na mesma semana resolvi postar os desenhos. O funcionamento em detalhe fica pra próxima ;-).

No desenho, o Firewall pode ser considerado como Roteador ok?! 🙂

Pela ordem dos mais usados:

 

Proxy Mode

No servidor real (servidor que fica atrás do VIP), o pacote chega com ip de origem do SLB. Nesse modo, para termos os logs do ip de origem, é usado o cabeçado X-Forwarded-For para HTTP e HTTPS. A grande vantagem desse modo é fazer balanceamento de servidores que estão fora do ambiente, ou seja, é possível fazer balanceamento de serviços que estão na internet também.

Também está sendo bastante usado na transição de IPv4 para IPv6. Muitos sites estão colocando VIPs em IPv6 fazendo proxy para seus VIPs em IPv4.

 

 

Routed Mode

O ip de origem verdadeiro chega ao servidor real. A volta tem que ser o SLB para desfazer o NAT de balanceamento. 

 

 

DSR (Direct Server Return) Mode 

Muito usado quando se tem um grande tráfego de volta do servidor. Nesse design o tráfego não precisa passar pelo Load Balance. Aplicações com Streaming são os mais usados nesse design.

 

One-Arm Mode

Usado quando a comunicação entre o SLB e o Roteador ou Firewall é L3. Nesse modelo, é preciso ter bem definido os ips dos servidores real pois é preciso ou route-map para fazer a volta para o SLB.

 

Bridge Mode

Confesso que já usei uma vez esse design em migrações. É usado quando não é possível mudar os ips no ambiente existente. Ou seja, as máquinas devem continuar acessando tudo que acessavam e ainda receber conexões do VIP.

 

 

 

😉

 

 

 

Seu ip é:
54.81.88.93

ShareTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on LinkedInShare on Google+Share on FacebookPin on PinterestEmail this to someonePrint this page

About the Author:

O autor trabalha com tecnologia de redes há 13 anos, participa de congressos no Brasil e no mundo, e contribui para melhoria de protocolos e sistemas com fabricantes de equipamentos de rede.